Painel para TV: 4 dicas essenciais para escolher o seu sem erro

Painel para TV: 4 dicas essenciais para escolher o seu sem erro

Gente, além dos tradicionais “passo a passo” que costumo postar por aqui, também decidi começar a publicar dicas-chave de como decorar a casa para vocês! E como eu estou mudando as coisas aqui em casa (vou me casar no meio do ano), tem um móvel que ainda não possuo, mas pretendo comprar: painel para TV.  E, por isso, após algumas pesquisas, trouxe aqui 4 dicas essenciais para também te ajudar a escolher o seu sem erro! 😉

Hoje existem vários modelos de painéis, feitos com materiais distintos e acompanhados por acessórios embutidos, então é comum a gente ficar em dúvida sobre qual modelo comprar, né? Por isso, para esclarecer quaisquer dúvidas, separei as seguintes dicas abaixo que vão te ajudar na escolha do seu novo painel de parede para tv. 😀 Olha só:

Dica 1: Fique atento à decoração do ambiente

De nada adianta comprar um painel de TV se você mal sabe se ele vai combinar com a decoração da sua sala de estar, né? Então, o primeiro passo para evitar uma desconexão entre o móvel e o ambiente é entender a proposta de cada um.

Um espaço no estilo rústico, por exemplo, pode receber tranquilamente um painel para tv com rack, sempre respeitando a área livre da sala. A escolha dos móveis também deve seguir o estilo mais robusto, que remete à natureza.

Quem não tem espaço de sobra na sala vai notar uma diferença perceptível na amplitude do cômodo, já que o design compacto dos painéis é o grande responsável por transmitir essa sensação.

Se o ambiente não tiver uma cor predominante e for preenchido por diversos tonalidades, o ideal é que o painel para TV seja escolhido em uma tonalidade mais neutra para não criar um desequilíbrio na decoração do local, ok?

Dica 2: o tipo de madeira faz diferença

Dependendo da sua necessidade, o painel de tv para sala pode ser encontrado em madeiras do tipo MDF (Medium Density Fiberboard) e MDP (Medium Density Particleboard), além da clássica madeira de demolição.

O primeiro tipo consiste em uma variação da madeira mais uniforme, geralmente plana e densa, graças à junção entre as fibras da madeira com resina sintética. Esse processo torna o manuseio do MDF mais fácil tanto para recorte quanto para tingimento, o que permite alcançar resultados diferentes em termos de design.

Já o MDP possui uma proposta diferente ao apresentar três camadas, sendo uma mais grossa no meio e duas mais finas em ambas as extremidades. O resultado é logo percebido na maior resistência do material para a fabricação de painel para TV seguindo uma tendência mais minimalista e sem muitos detalhes.

A madeira maciça, por sua vez, já se encaixa no perfil de pessoas que procuram por um móvel durável que será usado por gerações e gerações. Mesmo que possua algumas imperfeições naturais do seu corte, ele acaba se tornando o protagonista da sala de estar 😉

Dica 3: considere o espaço disponível para a instalação

Esta é uma das dicas mais valiosas e que devem ser consideradas sempre que um novo móvel for inserido na sua sala de estar. Afinal de contas, o comprometimento de espaço pode causar diversos problemas tanto para circulação quanto para a estética visual do ambiente.

Televisores grandes, com mais de 50 polegadas, precisam estar a uma distância que seja confortável para os olhos de todos os presentes na sala. Portanto, não são aconselhados para ambientes pequenos.

Salas amplas e espaçosas, por outro lado, acabam recebendo um painel grande para tv com mais facilidade, já que as paredes mais largas permitem a instalação do móvel em proporções maiores, às vezes indo do chão até o teto.

Neste caso, vale a pena investir em modelos com rack embutido para acomodar aparelhos de DVD, videogames, pequenos itens de decoração, entre outros objetos.

Mesmo que você tenha pouco espaço e precise planejar cuidadosamente a área que cada novo móvel pode ocupar na sua sala de estar, ainda assim é possível optar por um painel de parede para TV. Este modelo mantém o eletroeletrônico suspenso e alinhado a parede evitando que o espaço para circulação não fique comprometido.

Dica 4:  funcionalidade é um fator determinante

Se você está considerando a compra de um painel para TV é importante que tenha em mente o que espera dele em termos de funcionalidade. Não quer ocupar espaço e deseja ter um ambiente mais clean? Então procure por um modelo com chapa única, sem nichos 😉

Tem muitos objetos pessoais e precisa se desfazer do antigo armário? Um painel para tv com nicho com certeza é uma boa pedida para não precisar abrir mão de itens de uso cotidiano. Já o painel para TV com prateleira é ideal para colocar pequenas plantas em vasinhos, porta-retratos, action figures etc. 😀

E então, gostaram das dicas? 🙂

Beijos!